Visão geral da metodologia de servitização

Conforme você viu na seção de definições, uma metodologia contém um conjunto de métodos. A maioria das metodologias organiza os métodos em categorias que representam fases de desenvolvimento de um projeto. Nós iremos organizar os métodos em atividades, que serão agrupadas de acordo com um objetivo comum.

Esses grupos de atividades podem pertencer a processos paralelos à servitização, como as atividades de análise do negócio; ou atividades de processos paralelo, como as atividades de gestão de mudança; ou atividades de períodos da servitização, como por exemplo as atividades da análise da viabilidade econômico-financeira.

Como visto nas definições, as atividades de um projeto podem ser agrupadas em fases, para permitir um melhor controle do projeto.

Uma fase de um projeto de servitização pode conter atividades de mais de um dos grupos de atividades apresentadas nesta metodologia.

Isso permite que você planeje o seu projeto de servitização de uma forma bem flexível.

As atividades são estruturadas em entregas e utilizam métodos e material de apoio.

São colocadas dicas de como obter as entregas.

Você pode combinar as atividades e entregas correspondentes em grupos diferentes e definir fases específicas para o seu projeto. Cada projeto de servitização pode ter fases diferentes.

Para isso configure a metodologia para o seu projeto de servitização.

Fases estão relacionadas com o ciclo de vida do PSS.

Cada servitização específica é um projeto de mudança. Um projeto de inovação do modelo de negócio.

Ela é iterativa. Definimos a proposição de valor que é uma parte do modelo de negócio. Ao completarmos o modelo de negócio podemos atualizar a proposição de valor. Ao realizarmos análise da viabilidade econômico-financeira, pode ser que tenhamos que repensar alguns aspectos do modelo de negócio e até mesmo da proposição de valor.

Visualizamos o modelo de negócio como a ponta de um iceberg, que precisa de um design detalhado para que possamos implantar a operação do PSS.

As informações da análise de negócio podem vir de processos diferentes, como o processo de inteligência de mercado ou vigilância tecnológica. Normalmente são consolidadas no início de um projeto de servitização. Porém, permeiam todas atividades, pois elas podem necessitar dessas informações.

A gestão de mudança acontece desde antes do projeto de mudança e pode ir até o lançamento do PSS, ou pode acompanhar todo o ciclo de vida, se você monitorar a satisfação de suas pessoas com os princípios da gestão de mudança. A operação pode durar muitos anos.

Nesta metodologia integramos os conceitos de gestão de mudança com os conceitos de gestão de projetos.

A visão geral desta metodologia de servitização tem 3 perspectivas:

  • Perspectiva de relação entre os conteúdos, que representa superposições entre os grupos de atividades. Isso mostra que entregas de atividades de um grupo podem fazer parte das entregas de outro.
  • Perspectiva hierárquica, que mostra como ela evolui do planejamento estratégico até a operação do PSS.
  • Perspectiva procedural que mostra a metodologia como um processo de inovação do modelo de negócios.