Benefícios e barreiras

Benefícios para Fornecedor / Provedor 

  • Aumento de mercado, pois nem todos os clientes possuem recursos para adquirir o produto e depois pagar pelos serviços adicionais. Além disso, o cliente não precisa desembolsar um valor elevado para aquisição do produto;
  • Aumento e maior previsibilidade e estabilidade do fluxo de caixa em função das receitas recorrentes;
  • Fidelização do cliente e garantia de venda de consumíveis;
  • Estabilidade de longo prazo nos negócios;
  • Promoção de um relacionamento positivo de longo prazo com o cliente, o que possibilita obter informações para melhoria de produtos e serviços;
  • Combinação de design sustentável e competitividade;
  • Maior conhecimento do produto no ambiente de trabalho;
  • Otimização da assistência técnica;
  • Garantia de uma operação correta do produto;
  • Imagem de empresa enxuta, eficiente, sustentável e de resposta rápida;
  • Atendimento de legislações ambientais;
  • Oferta de Valor diferenciada e voltada para as necessidades dos clientes;
  • Maior feedback a respeito das necessidades dos clientes. 

Benefícios para Cliente / Usuário

  • Aumento da satisfação, pois percebe o maior valor na oferta;
  • Liberdade das responsabilidades decorrentes da posse do produto; 
  • Poder usufruir do produto e serviços associados, pois não é necessário um investimento elevado. Poder realizar pagamentos menores, previsíveis e de acordo com o seu uso;
  • Menor risco de parada da operação do produto em função da disponibilidade garantida do produto e da manutenção preditiva;
  • Atualização do produto sem necessidade de um novo investimento;
  • Produto mantido em bom estado de uso;
  • Acesso a maiores diversidades de serviços, formas de pagamento e escolhas no mercado.

Benefícios para o meio ambiente

  • Aumento do ciclo de vida do produto, pois o design não visa a obsolescência;
  • Abordagem mais sustentável para os negócios;
  • Desmaterialização dos produtos e planejamento do ciclo de vida do sistema;
  • Redução no uso de recursos naturais;
  • Produtos projetados para terem durabilidade (devido a maior robustez) e reciclabilidade (possibilidade de remanufatura). 

Benefícios para o governo / sociedade

  • Menores custos e problemas associados com compra, uso, manutenção e troca de produtos;
  • Redução no gerenciamento de resíduos sólidos;
  • Economia mais sustentável;
  • Aumento nos empregos do setor de serviços;
  • Formulação de políticas de promoção de padrões de consumo e estilos de vida sustentáveis.

Barreiras principais

  • Pesquisas no tópico são fragmentas e não voltadas para aplicação;
  • Inexistência de um consenso sobre as definições;
  • Legislações não conseguem abranger as características da servitização/ PSS;
  • Falta de um guia e metodologia para a implementação do PSS;
  • Falta de aceitação dos clientes em relação ao consumo sem propriedade do produto;
  • Dificuldade em mudar cultura orientada a produtos;
  • Conflito estratégico: vender mais produtos versus prestar mais serviços e aumentar a vida útil do produto;
  • Falta de incentivos governamentais para criação de soluções melhores para o meio ambiente;
  • Barreira financeira: relutância para internalizar o custo do ativo e incertezas em relação ao fluxo de caixa.