Definir a estrutura do roadmap

Um roadmap é um mapa que representa de forma gráfica itens organizados em categorias e no tempo. Esses itens podem ser conteúdos que representam tendências, resultados esperados, características relacionadas com as categorias, ações futuras, projetos de desenvolvimento, etc. No eixo vertical criamos camadas e subcamadas para as categorias e no eixo horizontal desenhamos uma linha de tempo que pode ser dividida em períodos.

O formato de um roadmap pode mudar conforme as particularidades de cada empresa. Se sua organização já utiliza outros roadmaps, você pode adotar o formato mais apropriado condicionado pela cultura existente. Só precisa verificar se as camadas e os períodos atendem aos requisitos do seu projeto de servitização.

Sugerimos que a primeira definição de camadas seja compatível com os elementos do modelo de negócio. Ou seja, em uma camada você irá colocar resultados esperados deste projeto de servitização relacionados com a proposição de valor, recursos, processos, parceiros e pessoas. Em seguida você deve complementar na parte superior com as características da sua segmentação de mercado e tendências tecnológicas e sociais. Na parte inferior você deve definir camadas que representem condições que você precisa obter para atingir os itens das camadas superiores. A camada de processo pode ser subdividida em subcamadas que representem processos específicos. Este conjunto inicial de camadas pode ser ajustado conforme as próximas atividades sejam realizadas. Isso quer dizer que você pode eliminar uma camada que não tenha nada relevante a ser representado. Pode também adicionar camadas que foram surgindo conforme novos conteúdos sejam definidos.

Como o formato de um roadmap é simples e tem no seu eixo horizontal a linha de tempo, vários autores utilizam um roadmap como uma representação gráfica das principais entregas de um projeto. Não vemos problema nisso. Você pode utilizar essa prática. Só enfatizamos que não é isso que estamos tratando neste capítulo. A natureza do roadmap de implementação é outra. Repetimos. É representar resultados esperados / desejados e ações futuras de inovação relacionados entre si e com tendência de mercado. Ele serve para direcionar o próprio projeto de servitização e outras iniciativas de inovação.

A divisão da linha de tempo é mais simples. Sugerimos que você realize três divisões. Na primeira mais à esquerda você irá considerar resultados necessários para implementação deste projeto. Esses itens deverão ser considerados nas atividades de design detalhado. No segundo período você pode colocar características do PSS que vocês desejam implementar em um futuro próximo, ou ações que sua organização deveria realizar para viabilizar o avanço de sua oferta de PSS. Em um terceiro período você coloca ações futuras mais distantes que ainda possuem um grande grau de incerteza. Ou seja, ações que vocês decidiram que são importantes para assegurar o futuro do negócio, mas que vocês ainda não possuem muita confiança se elas deveriam ser implementadas ou não. Esses itens serão considerados na integração com outras ações de inovação da sua organização. Somente quando sua organização for atualizar os roadmaps (partindo do pressuposto que sua organização utilize roadmap para outras iniciativas), se essas ações de longo prazo ainda estiverem atuais, elas se tornarão ações de médio prazo. O importante neste formato sugerido é pensar na relação de dependência (causa e efeito) entre os itens do roadmap. Pode ser que um item do longo prazo demande um desenvolvimento hoje, que deveria fazer parte do portfólio de projetos de desenvolvimento de tecnologia (por exemplo). Assim, a importância de se registrar itens de longo prazo é permitir que hoje você realize desenvolvimentos fundamentais pensando no futuro.

Pode-se também definir um código de cores para os post its que podem ser relacionados com o grau de complexidade da ação, custo etc…

ENTREGAS

Estrutura do Roadmap de implementação

MÉTODOS

Consulte a teoria sobre roadmapping e exemplos de roadmaps no livro Roadmapping (5) para ter inspiração de formatos.

MATERIAL DE APOIO

MAP07.01 Checklist de perspectivas / camadas do roadmap

DICAS

  • Comece com poucas camadas no roadmap e evolua conforme surgir a necessidade de se adicionar mais camadas, ou seja, dependendo do conteúdo a for surgindo durante a definição do roadmap
  • Você pode achar que exista uma redundância entre os elementos do pôster do modelo de negócio e os itens do roadmap. Isso deve ser evitado, pois no roadmap devem ser colocados somente itens a serem desenvolvidos no design detalhado ou no futuro
  • A quantidade de camadas existentes do checklist (MAP07.01) é extensa. Não adote todas essas camadas, mas somente aquelas que forem mais relevantes.