Passo 2) Determinar as diretrizes para aplicação da metodologia

Agora você vai passar pelas mesmas questões do diagnóstico simplificado do passo 1 da configuração. Você vai observar que algumas respostas são redundantes. Não se preocupe. A cada resposta anote as indicações que fizemos. Depois você irá consolidar essas indicações como diretrizes para a realização do projeto de servitização.

SIM:

> Continue então, mas verifique ao longo da aplicação se você conhece mesmo.

NÃO:

> Volte para a teoria e leia as bibliografias que indicamos.
> Analise os casos de servitização que indicamos no site deste guia.

SIM:

> alinhe o projeto de servitização com o resultado do planejamento estratégico
> verifique se a própria servitização fez parte do planejamento estratégico para garantir o patrocínio do projeto e compile os objetivos estratégicos que levaram à realização do projeto de servitização
> veja se no planejamento estratégico as atividades da análise do negócio foram realizadas, compile essas informações em relatórios sintéticos, gráficos e roadmaps. Não precisa realizar as atividades de análise do negócio então.
> considere os objetivos estratégicos durante a definição do desafio (na proposição de valor) articulado com a criação da visão da mudança (na gestão de mudança)

NÃO:

> defina a servitização como uma “ação” estratégica, mesmo sem realizar o planejamento estratégico
> formalize em uma folha quais os objetivos estratégicos do projeto de servitização
> defina um segmento de mercado
> compartilhe e alinhe com os patrocinadores
> realize as primeiras atividades da análise do negócio com base nesses objetivos estratégicos e no segmento de mercado
> considere os objetivos estratégicos durante a definição do desafio (na proposição de valor) articulado com a criação da visão da mudança (na gestão de mudança)

SIM:

> veja o que está relacionado com a servitização e complete os objetivos da servitização (como objetivos para resolver as disfunções, por exemplo)
> incorpore as informações do diagnóstico na análise de negócio

NÃO:

> aguarde a resposta à questão 13

SIM:

> articule o insight com os objetivos estratégicos do projeto de servitização (se existirem)
> compartilhe o insight com o time
> preocupe-se em contrapor o insight aos resultados da análise do negócio (se houver)
> inicie o projeto pela proposição de valor tentando articular o desafio com o insight
> enfatize o planejamento de risco no planejamento do projeto

NÃO:

> prossiga

  • mantenha o time informado
  • compartilhe os objetivos com todos
  • confira com os patrocinadores se todos estão alinhados
  • mantenha os objetivos em mente
  • verifique durante todo o projeto se os objetivos estão sendo atingidos
  • incorpore esses objetivos na visão da mudança (na gestão da mudança)
  • considere os objetivos na definição do desafio (na proposição de valor)
SIM:

> simplifique e só repasse as rapidamente atividades iniciais da gestão da mudança para ver se o escopo está coerente com a situação atual
> se achar alguma inconsistência importante, questione o escopo e/ou enfatize o planejamento de risco no planejamento do projeto
> inicie o projeto pela proposição de valor mantendo a consistência entre o escopo definido e o desafio

NÃO:

> prossiga

Startup:

  • o risco é inerente ao seu desafio
  • não formalize, realize
  • repasse as atividades da análise do negócio, mas com a velocidade típica de uma startup
  • comece pela proposição de valor
  • adapte as atividades de acordo com os quadros “em uma startup?”

Organização com poucos recursos:

  • comece pela análise de negócio adaptada às suas condições (recursos disponíveis)
  • siga para a proposição de valor

Organização com recursos: prossiga

SIM:

> articule o projeto de servitização com as abordagens apropriadas, adicionando atividades quando fizer sentido

NÃO:

> prossiga

SIM:

> não se preocupe com o que propusemos em gestão de mudança
> inicie pela proposição de valor

NÃO:

> considere as atividades da gestão de mudança

SIM:

> foque nas atividades relacionadas aos serviços, articuladas com a proposição de valor
> analise se as características do produto são coerentes com o PSS. Caso contrário, insira no roadmap as mudanças necessárias para ele ficar compatível e consistente a solução completa

NÃO:

> prossiga

SIM:

> realize benchmarking
> defina qual é o seu diferencial
> alinhe com os objetivos estratégicos

NÃO:

> enfatize o planejamento de risco no planejamento do projeto

SIM:

> prossiga

NÃO:

> repasse o planejamento estratégico
> defina o segmento

SIM:

> questione seu conhecimento no início da proposição de valor

NÃO:

> enfatize a atividade de identificar e entender stakeholders na proposição de valor

SIM:

> prossiga

NÃO:

> obtenha conhecimentos suficientes para gestão do projeto de servitização, ou conte com a ajuda de especialistas

SIM:

> prossiga

NÃO:

> obtenha conhecimentos suficientes para gestão do projeto de servitização, ou conte com a ajuda de especialistas

SIM:

> prossiga

NÃO:

> obtenha os conhecimentos suficientes para realizar a proposição de valor, ou conte com a ajuda de especialista

SIM:

> não detalhe o modelo de receitas e custos com as listas durante o desenho do modelo de negócio, deixe isso para o momento da análise da viabilidade econômico-financeira
> monitore a análise da viabilidade econômico-financeira
> enfatize o planejamento de risco no planejamento do projeto

NÃO:

> prossiga

SIM:

> integre as atividades a serem definidas com base nessa metodologia com as atividades dos processos de design de produtos e serviços que você porventura possui
> foque no design conceitual (não proposto por esta metodologia) e na definição das arquiteturas integradas
> enfatize a busca por parceiros que assumam parte do desenvolvimento e os riscos

NÃO:

> prossiga

SIM:

> avalie se sua organização possui a competência nessas tecnologias
> enfatize a busca por parceiros que possuem excelência nas tecnologias necessárias

NÃO:

> prossiga

Depois de responder às questões você está pronto para configurar a metodologia de servitização para o seu projeto específico de servitização. Vamos agora mostrar como alguns grupos de atividades devem ser considerados no seu projeto.

A análise da viabilidade econômico-financeira é necessária para todos os projetos. A diferença será quando realizar. Na metodologia ela é indicado que ela seja realizada logo após a definição do modelo de negócio. Mas você verá no próprio capítulo sobre a viabilidade econômica que ela deve ser repetida após a definição da arquitetura ou mesmo o design detalhado, caso as informações do modelo de negócio não sejam suficientes, ou perante muitas incertezas no início do projeto.

O design detalhado tem de ser realizado em todos os projetos. Neste guia não enfatizamos as atividades do design detalhado, pois depende de muitos fatores e seria inviável compilar todas as atividades possíveis em um guia. Veja o que propomos no capítulo correspondente.

Além disso, o seu projeto de servitização deve prever as atividades de confecção do roadmap para implementação. Então em todos os casos você deve considerar as atividades do capítulo correspondente.


Finalmente, seu projeto de servitização deve incorporar também atividades de lançamento do PSS, que estão fora do escopo da versão atual deste guia.


Compile agora com o time de servitização as indicações resultantes das respostas às questões. Elas passam a ser as diretrizes para a seleção das atividades no próximo passo da configuração.